É ruim usar Ozempic para perder peso? É perigoso tomar Ozempic?

Ozempic (semaglutida – nome do ingrediente ativo)da Novo Nordisk Pharmaceutical, é indicado para o tratamento de pacientes adultos com Diabetes tipo 2 descontrolada (casos em que a glicose no sangue permanece muito alta).

a medicação Ozempicque é injetável, também leva a um perda até 15% do peso corporal de pacientes com sobrepeso e obesosmais de um ano e meio.

Mesmo aprovado no Brasil para diabetes, o Ozempic ainda não foi autorizado especificamente pelo Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) perder peso em pacientes que não têm diabetes.

No entanto, no dia a dia dos consultórios, os endocrinologistas têm prescrito (em regime sem estar na bula) Ozempic também para tratar pacientes com sobrepeso ou obesidade.

É PREJUDICIAL USAR OZEMPIC PARA PERDER PESO?

Atualmente, o único medicamento da Novo Nordisk (fabricante do Ozempic) disponível no Brasil para o tratamento da obesidade é Saxendalançado no país em 2016.

Em 2020, Saxenda (liraglutida, nome do ingrediente ativo) também foi aprovado para prescrição em adolescentes de 12 a 18 anos, tornando-se o único tratamento de obesidade aprovado para essa faixa etária no Brasil.

Em posicionamento oficial para a imprensa, a Novo Nordisk destaca que “a empresa não endossa ou apoia a promoção de informações de natureza off-label, ou seja, em desacordo com a bula de seus produtos”.

A nota também destaca que o “Ozempicaprovado e comercializado no Brasil para diabetes tipo 2 e cujo princípio ativo é o mesmo do Wegovy, ainda em fase de aprovação pela Anvisa (semaglutida), não possui indicação aprovada pelos órgãos reguladores nacionais e internacionais para obesidade”.

COMO OZEMPIC PERDE PESO?

o endocrinologista Lúcia Cordeiropresidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia/Regional Pernambuco (SBEM/PE), explica que o semaglutida atua no sistema nervoso central (SNC), em uma área responsável pela saciedade.

“Com isso, o medicamento reduz o esvaziamento do estômago e melhora a sensibilidade à insulina, que ajuda para emagrecer“.

É PERIGOSO TOMAR OZEMPIC?

“Mas, dessa forma, o remédio também tem seu efeitos adversos, como inchaço, refluxo, diarréia ou constipação“, enfatiza a endocrinologista Lúcia Cordeiro.

“Mas tudo isso é possível ser controlado, fazendo o escalonamento da dose (começa com uma dose e aumenta gradualmente). Esses efeitos adversos são mais comuns nos primeiros 15 dias e, após esse período, os sintomas melhoram”, completa.

TRATAMENTO DE DIABETES E OBESIDADE

Ozempicsegundo Lúcia, vem se consolidando cada vez mais como tratamento de diabetes, obesidade e síndrome metabólica.

“A classe de medicamentos da qual o semaglutida é parte tem ação em prevenção da mortalidade por doenças cardiovascularesporque a droga reduz a aterosclerose, que é o fenômeno que obstrui as artérias.”

Além disso, o endocrinologista destaca que Ozempic retarda o desenvolvimento de doença renal em pessoas com diabetes.

Além disso, outro detalhe importante é que o Ozempicalém de ser eficaz e seguro (quando prescrito pelo médico) para tratar diabetes tipo 2 e ajudar na perda de peso, tem benefícios cardiovasculares.

“Isso é muito bom porque já aborda dois problemas: a questão do controle glicêmico, extremamente necessário para evitar a evolução das complicações do diabetes, e a proteção cardiovascular”, diz o endocrinologista. Priscila Mattardiretor médico da Novo Nordisk no Brasil.

Ela falou sobre isso com o relatório do JC durante o Congresso Mundial de Cardiologia, realizado este mês no Rio de Janeiro.

O QUE É MELHOR: SAXENDA OU OZEMPIC?

“UMA proteção cardiovascularr inicialmente veio com inibidores de SGLT2 (uma classe de medicamentos para o tratamento de diabetes). Logo depois, vieram os agonistas dos receptores GLP-1, com a liraglutida (droga injetável, nome comercial Saxendaindicado para sobrepeso e diabetes) o primeiro análogo do GLP-1 que demonstrou esse benefício, com resultados expressivos na redução de eventos cardiovasculares maiores (graves)”, destaca Priscilla.

O endocrinologista acrescenta que, após a liraglutida, semaglutida (Ozempic). “É um análogo do GLP-1 mais recente, que também demonstrou essa mesma benefício cardiovascular. Então é uma classe muito promissora.”

Na visão de Priscilla, as novas classes de medicamentos foram responsáveis ​​por criar uma nova era no tratamento do diabetes e suas complicações.

“Antes, a gente só olhava a glicemia e se contentava com um bom controle glicêmico. Mas os remédios são muito mais abrangentes, no sentido de não só tratar a glicemia alta, mas trazer outros benefícios. fantástico para os pacientes.”

O QUE É OZEMPIC E PARA QUE SERVE?

Sobre a semaglutida (Ozempic)ela detalha os resultados de um estudo que avaliou a eficácia do medicamento contra problemas cardiovasculares em pacientes com diabetes tipo 2.

“Este estudo mostrou um resultado importante, que é a Redução de 26% no risco de eventos cardiovasculares maiores, mais sério. Entre eles estão os morte cardiovascular, infarto agudo não fatal e acidente vascular cerebral não fatal“.

“Agora, com esses medicamentos mais modernos (como o Ozempic), conseguimos oferecer proteção adicional contra esses problemas cardiovasculares”, ressalta Priscilla.

O médico ressalta que essa particularidade oferecida pelo Ozempic É muito importante para pacientes com diabetes.

“Sabemos que eles estão em maior risco (ataque cardíaco e acidente vascular cerebral)e a doença cardiovascular é uma das complicações mais frequentes e a principal causa de morte em pessoas com diabetes tipo 2.”

Ela ressalta que mesmo os pacientes não se lembram da necessidade de cuidar do saúde cardiovascular.

“Eles se preocupam com retinopatia diabética, medo de ficar cego, nefropatia, medo de insuficiência renal ou neuropatia. Mas o coração é pouco lembrado. E dois terços das pessoas com diabetes têm complicações cardiovasculares“, reforça Priscila.

OZEMPIC COMO USAR

“O semaglutida tem ação semanal. Ou seja, é aplicado uma vez por semana. Existem estudos com ela voltados para a tratamento da obesidadee a agência de saúde americana, FDA (Food and Drug Administration), liberada para o tratamento desta excesso de peso“, diz a endocrinologista Lúcia Cordeiro, presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM-PE).

“Mas essa indicação ainda não foi colocada no folheto”, acrescenta.

QUANTOS KILS SÃO PERDIDOS COM OZEMPIC?

Segundo o endocrinologista, o Ozempic para o tratamento do excesso de peso (e também diabetes), deve ser usado apenas sob supervisão médica.

“É indicado para quem tem índice de massa corporal (IMC) entre 28 e obesidade grave. perda de pico é de 15% do peso inicial“.

“A dose para excesso de peso é maior do que para pacientes com diabetes, e essa indicação precisa ser feita pelo médico”, explica o endocrinologista, ao orientar que as pessoas não deve usar semaglutida por conta própria.

PREÇO OZEMPICO

Outro ponto a ser observado é que a semaglutida é um medicamento alto custo.

Nas farmácias, o Preço Ozempic varia entre R$ 700 e R$ 900.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*